sexta-feira, 24 de abril de 2009

O Que Há de Estranho?




"Nada humano me é estranho", assim foi uma das citações do presidente do Paraguai e ex-bispo, Fernando Lugo. No pronunciamento de sexta-feira (24), o presidente manifestou-se de maneira a calar os opositores que, segundo ele, estariam querendo desestabilizar seu governo, através de uma conspiração baseada na enxurrada de supostas paternidades - 6 até o momento, das quais uma foi reconhecida como legítima pelo presidente.

O que surpreende? Nada mais comum do que um presidente ter filhos, correto? Nada mais comum do que um clérigo ter filhos, correto? Pois bem, aí está o grande problema: com o advento da modernidade, aquilo que sempre aconteceu, hoje é esmiuçado ao máximo, não deixando dúvidas sobre sua veracidade. Entretanto, o que não veio "agregado", "embutido" ou "onboard" é a conceitualização e, principalmente, diferenciação, entre ética e moral.

Apesar de ser uma discussão complexa, que deixa dúvidas e abre premissas para réplicas, tréplicas e afins, de uma maneira sucinta, poderíamos definir ética como sendo o conjunto de princípios e normas de conduta relativas a um grupo ou instituição. Do outro lado, temos o conceito de moral que – do mesmo modo enxuto – poderíamos consagrar como sendo os bons costumes relativos ao indivíduo. Ou seja, no primeiro estariam contidas as “leis” a serem cumpridas; no segundo, os “conselhos”. Dessa forma, na teoria, uma infração ética seria muito maior do que uma moral, visto que a primeira congrega todo o grupo instituidor das “leis”; na segunda, somente o indivíduo “descuidado”.

Então, o que faz desses acontecimentos uma notícia? O fato do presidente ou do bispo ser um genitor em grande escala? Em minha concepção, nem um, nem o outro deveriam ser tema de pauta, já que há muito é sabido – em se tratando do primeiro caso – a negligência, o desmazelo e, até mesmo, a libertinagem com que são tratados os tão retrógrados, frívolos e desnecessários dogmas da igreja católica, inclusive – ou, até, principalmente – por seus mais íntimos participantes. Em se tratando do presidente, menos midiático ainda; pois alguns representantes políticos do oriente chegam a ter dezenas de filhos.

O que há no cerne dessa questão é a velha visão conservadora, impregnada tanto moral quanto eticamente pelas “diretrizes” católicas. Concordo plenamente que, se confirmada as paternidades nas ditas circunstâncias, é uma falta ética o que foi cometido pelo [bispo] Lugo, afinal quem se predispõem a integrar um grupo, uma instituição ou seja lá o que for, por mais inconveniente que esta seja, tem que estar apto a aceitar suas normas de conduta, suas leis, seus dogmas. Entretanto, colocar em jogo a moral do [presidente] Lugo, é um ato um tanto quanto precipitado, visto que, até o momento, não foi comprovado que ele tenha incorrido em qualquer delito legal.

O Estado ainda não é laico. As leis, as normas e – principalmente – a moral ainda são pautados pelo rigor religioso. Acusações éticas e morais viram o mesmo novelo de lã pelo viés eclesiástico, o que impossibilita uma política livre e, de fato, democrática.

Enquanto supostos casos de paternidade forem o suficiente para desestabilizar um governo instituído, jamais teremos uma constituição justa e homogênea, que contemple os homossexuais e racionalize a divisão das riquezas e das terras desse mundo, que tem muitas fortunas escondidas em "santinhos do pau oco".

11 de setembro oh happy day

11 de setembro visto pela ótica do oprimido,não do opressor.
Letra e música de KBÇAPOETA


video

sábado, 18 de abril de 2009

Democracia brasileira foi arranhada


A coisa mais idiota que eu vejo nas democracias, é o pessoal da plutocracia querer ter o poder de qualquer forma.

Nunca votei na direita e em minha opinião os anos FHC foram nefastos para o Brasil.

Mas ninguém tem o direito de tirar o poder de suas mãos que fora dado pelo povo através do voto.Fora casos de corrupção velada como aconteceu a Fernando Collor.

Eu questionava na época: Como fora FHC ? Ele foi eleito através do voto. Com que direito dizem Fora FHC ?

Da mesma forma quando surgiu o movimento "Cansei" com idiotas desfilando de carro importado querendo de volta o Brasil-feudo.

O governo Lula tem o agravante que, em números e popularidade foi muito melhor que FHC, que só teve exito na época em que criou o populismo cambial, com o custo de muitas empresas nacionais ir a falência.

Não bastasse isso o poder oficial no caso o TSE (Tribunal superior eleitoral) devolve ao Sarney, ou melhor chamar de "SIR"¹ Ney, pois maranhão é reino, feudo e masmorra da família Sarney, e que a cassação de Jackson Lago, sirva de lição para essa massa burra.
O maranhão é propriedade da família Sarney, não se fala mais nisso!

¹Título de nobreza monarquista (Afinal sarney é Rei né?)

sexta-feira, 17 de abril de 2009

SARNEY É O SENHOR FEUDAL DO MARANHÃO



A senadora Roseana Sarney (PMDB-MA) assume nesta sexta-feira , às 11h, o cargo de governadora do Maranhão. A posse ocorre após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter rejeitadoo os recursos contra a cassação de diploma do governador Jackson Lago e também do seu vice, Luiz Carlos Porto.
Ou seja é um dia triste para a democracia, para o Brasil e principalmente para os maranhenses.


O povo maranhense assiste a volta dos donatários do feudo.Testemunhas se apresentaram espontaneamente à polícia e assumiram o crime de compra de votos é no mínimo estranho.


todos sabem que a família Sarney não iria admitir a perda do feudo e o TSE ajudou os sarney a retomar seu feudo.


Lago foi cvassado por abuso de poder econômico, mas é possível falar em abuso de poder contra a família que domina as principais redes de comunicação de estado, e procura sempre influenciar os eleitores?


Sarney é dono da mídia no Maramnhão e agora volta a ser dono do estado.


Coitado dos maranhenses.

sábado, 11 de abril de 2009

Vale Conferir

O realizador israelita do filme de animação "Valsa com Bashir", que retrata a brutalidade do exército israelita no Líbano, criou uma pequena animação sobre a faixa de Gaza. A curta metragem de Yoni Goodman chama-se "Zona Fechada", apela ao estado de Israel para abrir as fronteiras de Gaza e teve o apoio do Gisha.



video

sábado, 4 de abril de 2009

SEIVA DARK





Cerrada minha visão de mundo,

Junto com toda audição.

A lâmina junto ao meu pulso,

Não se cança de beijar,

Aos olhos nus dos espectadores.

Soa uma cena surreal!

Uma abjeçao do absurdo.

Não explico a conjuntura,

Que desistiu do meu peito sangrar.

A seiva, jóia rara e pura,

O escarlate inconfundível.

Tal qual agua suja.

Que sai da fonte límpida

e em seu percurso,

Turva, ao chegar em minha visão,

Deixando-me surdo.

devido as últimas batidas cardíacas.

Fecha-se a percepção
.